Vapor de Gasolina Economiza Combustível: Mito ou Verdade?


Kit vapor de gasolina: o que é isso?

Não é de hoje que o condutor brasileiro vem enfrentando uma frequente variação nos valores dos combustíveis na hora de abastecer seus veículos.
O aumento no preço da gasolina é motivado pela alta do dólar e do petróleo, e quem sente no bolso essas alterações é o motorista. Diante dessa situação, nada mais natural do que buscar formas de economizar combustível para que seja possível rodar uma maior quilometragem, gastando menos. Dentre as alternativas que prometem essa tão procurada economia, aparece uma que está chamando a atenção dos proprietários de veículos há algum tempo: o kit vapor de gasolina. Você já ouviu falar nisso? Sabe como funciona? Neste artigo, vou comentar com você um pouco sobre esse sistema e veremos se ele realmente cumpre a promessa de economizar a gasolina do seu carro.

Como Funciona um Motor Movido a Gasolina

Para começar a falar sobre combustível e formas de economizá-lo, acho interessante entender o que acontece em um motor movido a gasolina.

Não é novidade afirmar que o combustível mais utilizado é a gasolina até o presente momento. Os veículos movidos a gasolina são equipados por motor de combustão interna.

Os motores de combustão interna também podem ser chamados de motor a explosão de quatro tempos. Isso porque seu funcionamento ocorre em quatro etapas diferentes.

A primeira etapa é chamada de admissão. Nesse momento, entra na válvula de admissão uma mistura de ar e vapor de gasolina, a qual é aspirada para o interior da câmara de combustão.

O pistão, que estava em ponto morto superior, passa, então, ao ponto morto inferior, subindo e comprimindo a mistura. Essa etapa chama-se compressão e é concluído no momento em que o pistão sobe completamente.

A terceira etapa é a de explosão ou combustão. Nesse momento, ocorre a combustão da mistura comprimida na fase anterior.

Em alguns pontos da vela de ignição, acontece uma descarga elétrica. A faísca liberada pela vela é responsável por detonar a mistura e empurrar o pistão de volta para baixo, de modo que ele retorne à posição de ponto morto inferior.

Por fim, acontece a fase de escape. Esse é o estágio em que resíduos provenientes da combustão são expulsos do motor, a partir da abertura da válvula de escape.

Para que o veículo se mova, esse processo acontece repetidas vezes, pois o motor libera energia de forma contínua para o funcionamento do automóvel.

Agora, como fazer para que esse processo seja mais econômico? Será possível fazer com que o carro gaste menos gasolina para a execução de todas essas etapas?

O kit vapor de gasolina tem despertado o interesse de muitos condutores pelo Brasil. Na próxima seção deste artigo, vou explicar para você que kit é esse.

O Que é Vapor de Gasolina

Se você ainda não tinha ouvido falar em vapor de gasolina, chegou a hora de conhecer esse kit, vendido por cerca de 150 reais na internet.

Esse produto, por enquanto, tem sido comercializado em sites de compra e venda entre particulares. Quem vende, costuma prometer economia de 50% de gasolina em média.

A ideia é inovadora, vem sendo estudada por especialistas, mas ainda não chegou a ser patenteada. Apesar disso, muitos condutores já aderiram ao kit.

Em Minas Gerais, por exemplo, muitos condutores de veículos de transporte por aplicativo decidiram por utilizá-lo em seus veículos.

Você viu anteriormente que o processo de combustão dentro do motor envolve uma série de etapas. Porém, o objetivo é que os veículos consigam funcionar a partir da combustão do vapor da gasolina.

O kit é composto, normalmente, por um reservatório para o vapor da gasolina e uma válvula para a regulação de vazão. Mangueira, conexões, filtro e válvula antichamas costumam compor o kit.

Mecânicos acostumados a fazer a colocação do kit em veículos afirmam que o sistema não é tão simples quanto parece. Sobre a instalação e o funcionamento do vapor de gasolina, falo a seguir.

Instalação e Funcionamento do Kit Vapor de Gasolina

O funcionamento normal do motor do carro movido a gasolina utiliza o sistema de injeção eletrônica para o fornecimento de gasolina para a fase de combustão.

Já o método, ainda improvisado, do kit procura substituir esse processo, utilizando o vapor do combustível, com o intuito de que o sistema seja mais econômico.

Você já viu que o vapor da gasolina é um dos componentes da mistura que faz o veículo funcionar. A proposta do kit é que a utilização de uma quantidade inferior de gasolina seja utilizada para que o motor forneça energia suficiente para o deslocamento do automóvel.

Quem está acostumado a instalar o kit afirma que ligá-lo diretamente no taque de combustível não fornece o resultado esperado pelos condutores.

A instalação do kit envolve a modificação de algumas partes importantes do veículo, como o reservatório e a injeção eletrônica.

Em resumo, para instalar o kit no veículo, é necessário um reservatório que tenha dois suspiros para a entrada de ar, de modo que uma pequena quantidade de gasolina se mantenha.

Uma das mangueiras que compõe o kit deve ser ligada a esse reservatório. Já outra é ligada à entrada de ar e tem a função de conectar o reservatório e absorver o vapor de gasolina.

O vapor deve ser conectado à injeção eletrônica. Normalmente, é instalado um método para que o sistema seja ligado e desligado quando o condutor achar necessário.

Porém, será que vale a pena instalá-lo no veículo? A seguir, você confere os prós e contras do kit vapor de gasolina.

Prós e Contras

Como tudo o que a gente compra, é normal que o kit vapor de gasolina tenha pontos positivos, mas também negativos. E é sobre isso que vou falar nessa seção.

Não são poucos os vídeos postados em plataformas como o YouTube, os quais tentam provar as vantagens da utilização do kit.

Porém, independentemente do assunto, é fundamental sempre procurar opiniões de especialistas para que tenhamos ideia dos prós e contras do produto que desejamos adquirir.

Com isso, não se pode dizer que o vapor de gasolina não cumpre a promessa de economia do combustível, pois os veículos realmente conseguem ter energia para se movimentar por meio da utilização do vapor.

No entanto, parece que os veículos não têm conseguido muita força para percorrer longos trajetos, bem como para subir ladeiras, utilizando apenas o vapor de gasolina.

É importante considerar que esse sistema ainda é muito novo e vem sendo testado, muitas vezes pelos próprios condutores.

Isso significa que ainda faltam estudos mais científicos para saber qual a melhor forma de utilizar o vapor de gasolina de forma eficaz.

Outro ponto negativo do kit é o improviso. O produto costuma ser comercializado de forma universal para que possa ser instalado em qualquer veículo.

Porém, isso faz com que a aplicação tenha que ser personalizada de acordo com o automóvel. Além disso, há relatos que afirmam a ocorrência de ruídos muito altos e fumaça forte.

Até agora, não se sabe se a instalação do kit vapor de gasolina provoca algum dano ao motor do veículo. Por isso, muitos condutores ainda se sentem inseguros em relação ao sistema.

Não se pode esquecer de que é muito importante tomar cuidado com o motor do automóvel, para evitar problemas como, por exemplo, a fundição da principal peça do veículo.

Portanto, o que se pode concluir é que o vapor de gasolina ainda precisa ser estudado com maior profundidade para que seja possível elencar seus prós e contras de forma mais segura.

É Seguro Utilizar o Vapor de Gasolina?

Chegamos a um ponto importante em nossa discussão: o kit vapor de gasolina. Será que instalá-lo no veículo é seguro?

Essa é uma pergunta que muitos condutores se fazem antes de decidir se colocam ou não o kit em seus carros.

É fundamental que esse quesito seja considerado, afinal, não é interessante colocar em risco o veículo e, muito menos, você e seus passageiros.

Com isso, é lógico afirmar que o kit, por ser um sistema ainda improvisado que não vem de fábrica, é menos seguro que a utilização do sistema original do veículo.

O sistema deve ser instalado por profissionais acostumados a trabalhar com o produto, de modo a evitar possíveis falhas, as quais podem ocasionar acidentes mais sérios, como incêndio.

Uma medida de segurança necessária é manter os componentes do kit em distância segura das partes mais quentes do motor.

Além disso, cabe ressaltar a importância de procurar por quem já utiliza ou utilizou o sistema do vapor de gasolina para ouvir suas opiniões.

Reportagem retirada de www.doutormultas.com.br/vapor-gasolina/

Ainda não tem proteção veicular? Economize com a Garant! Devolvemos o dinheiro investido em serviços mecânicos gratuitos! Clique aqui e saiba mais!

Comments are closed.