Você sabe o que fazer para evitar a aquaplanagem e garantir sua segurança ao dirigir em dias chuvosos?

Para preservar seu veículo e se proteger de outros riscos que este fenômeno pode ocasionar, o ideal é saber o que fazer quando as pistas estão molhadas em dias de chuva. 

Neste artigo, separamos todas as dicas para que você saiba como evitar aquaplanagem em seu automóvel. Continue a leitura e saiba mais!

O que é aquaplanagem?

A aquaplanagem ou hidroplanagem é o fenômeno que acontece quando o veículo, ao passar por uma pista molhada, perde o atrito com a pista. Nessa situação, o carro “flutua” no asfalto, fazendo com que o condutor perca o controle do veículo.

Isso ocorre, na maior parte dos casos, quando os pneus do veículo estão com um desgaste acima do recomendado para rodar. Em geral, a perda de atrito se dá tanto pela camada de água formada na pista, quanto pela falta de aderência dos pneus.

Além disso, outros fatores podem contribuir para a ocorrência de aquaplanagem. Estes fenômenos podem ser:

  • Qualidade do asfalto, pista ou solo;
  • Velocidade do veículo;
  • Capacidade dos freios do veículo.

É possível evitar aquaplanagem?

Com alguns cuidados, é possível evitar a ocorrência desse tipo de problema. 

E para que você evite a aquaplanagem em seu automóvel, separamos algumas dicas essenciais de segurança. Seguindo elas, as chances dessa situação ocorrer ao dirigir são bem menores, mesmo em condições adversas. Veja só:

Não corra na chuva

Em primeiro lugar, a principal dica para que você saiba como evitar aquaplanagem em seu automóvel é evitar dirigir em alta velocidade em dias de chuva. 

Grande parte dos acidentes decorrentes da aquaplanagem se deve aos motoristas que dirigem em alta velocidade em dias chuvosos. Nessas condições, manter o controle do veículo acaba sendo muito mais difícil. 

Isso acontece pois quanto maior a velocidade do veículo, menor é o atrito dele com o solo. Sendo assim, a primeira atitude a se adotar ao dirigir na chuva é reduzir a sua velocidade.

Faça manutenção dos pneus

Outra dica para que você saiba como evitar aquaplanagem em seu automóvel é realizar uma manutenção periódica dos pneus.

Evite rodar com pneus careca e os mantenha calibrados de acordo com a pressão indicada pelo fabricante – você pode consultar essa informação no manual de instruções de seu veículo.

Além disso, faça um rodízio periódico dos pneus após 5 mil quilômetros rodados, o que ajuda a evitar o desgaste desses componentes. A troca também deve ser feita assim que os pneus atingirem o desgaste máximo.

Cuidado com trechos alagados

EM DIAS DE CHUVA, ALGUNS CUIDADOS DEVEM SER TOMADOS PARA EVITAR A AQUAPLANAGEM EM SEU VEÍCULO

Por fim, a última dica que vai ajudar você a evitar a aquaplanagem é tomar cuidado ao dirigir em trechos alagados. Afinal, em dias de chuva, é comum que algumas pistas possam ficar inundadas, aumentando as chances de ocorrência da aquaplanagem.

Sendo assim, o ideal é que você evite trechos onde sabe que existe a possibilidade de alagamento. Passar por locais alagados aumentam também as chances de falhas no acionamento dos freios em razão dos componentes estarem molhados.

Caso isso aconteça, uma forma de secá-los é posicionar a embreagem em uma marcha forte – primeira ou segunda –, acionar o pedal do acelerador com o pé direito e o pedal do freio com o esquerdo.

Assim, o atrito entre os componentes vai gerar calor e isso ajuda a secar peças como lona, discos e pastilhas.

Aquaplanagem: o que fazer nessa situação?

Seguindo as nossas dicas, é bem provável que você consiga evitar a aquaplanagem em seu veículo. Mas e se, mesmo assim, você tiver que lidar com esse problema? 

Situações como essa acontecem e o ideal é estar sempre preparado para garantir a sua segurança, assim como a dos passageiros e a dos demais condutores. Sendo assim, caso a aquaplanagem aconteça, a primeira coisa a se fazer é manter a calma. Nessa situação, a forma correta de se agir é a seguinte:

  1. Retire o pé do acelerador imediatamente após sentir a perda do controle do veículo;
  2. Segure firme o volante, mantendo o veículo com as rodas retas, evitando pisar de forma brusca no pedal do freio;
  3. Em seguida, pise aos poucos no pedal do freio até sentir que está recuperando o atrito com a pista;
  4. Logo depois, gire levemente o volante de um lado para o outro, recuperando a aderência por completo.

Caso seu veículo seja equipado com freios ABS, é possível aplicar alguma força no pedal do freio, pisando aos poucos até sentir que recuperou o controle. E lembre-se: para não correr riscos de ter que lidar com uma situação de aquaplanagem, esteja sempre atento aos sinais de desgaste dos pneus. Ao realizar manutenções preditivas, por exemplo, você evita que esse tipo de problema ocorra. 

Gostou das nossas dicas, condutor? Acompanhe nosso blog para conteúdos sobre cuidados com seu veículo e segurança.

E precisando de baterias, já sabe: conte com o MouraFácil.com onde quer que você esteja!

Fonte: https://www.moura.com.br/blog/aquaplanagem/

Quer conhecer a Associação com o maior índice de Associados satisfeitos? Clique aqui.